• andre@andrepaladino.com.br
  • 14 99631-0138
  • Sempre junto com o trabalhdor!
André Paladino consegue R$ 250 mil para “acender” Ourinhos

André Paladino consegue R$ 250 mil para “acender” Ourinhos

O Presidente do Sindicato dos Eletricitários de Ourinhos e também presidente do Solidariedade André Paladino assumiu um compromisso e cumpriu. Dentro de sua luta para aumentar a segurança na cidade de Ourinhos, tem trabalhado de forma contínua e atuante junto aos Deputados do Solidariedade em busca de alternativas que beneficiem a nossa cidade.

Segundo Paladino, desde o ano passado nossa cidade está ficando às escuras. “Este problema gera insegurança a toda a população e por conta disso me reuni com o Deputado Federal Paulinho da Força, em Brasília/DF e consegui a liberação de R$ 250 mil reais através de emendas parlamentares, para a manutenção da iluminação pública de Ourinhos”.

Estima-se que são mais de 2mil lâmpadas apagadas em toda a cidade, o que é inadmissível, diz Paladino. O Fato é que, a prefeitura se comprometeu a utilizar a taxa CIP – Contribuição de Iluminação Pública, que representa mensalmente uma receita de 300 mil reais, para manutenção e investimentos no parque de iluminação, no entanto, mesmo após a aprovação da Lei que majorou a referida contribuição, não se viu qualquer melhora na prestação do serviço.

São ruas, vielas, bairros e logradouros públicos, que vão desde uma simples troca de lâmpadas à ampliação e instalação de novas redes.

“Pela lei, os valores arrecadados com a CIP devem ir para uma conta específica e serem revertidos integralmente em melhorias na iluminação pública, mas como não consta no Portal da Transparência onde foi investido o dinheiro da CIP, o que é obrigatório, e também como é visível a precariedade do sistema de iluminação pública na cidade. Cadê o dinheiro da CIP???, pergunta  Paladino. A CIP deve garantir uma série de ações, entre elas, a manutenção, modernização e melhorias de todos os pontos de iluminação pública. E o valor da contribuição varia: até R$ 15 para consumidores residenciais, até R$ 200 para comerciais e até R$ 300 para indústrias.

Com esta verba de 250 mil reais, é possível sanar os problemas da iluminação a fim de que a população de Ourinhos possa viver em uma cidade “iluminada”, afirma Paladino.

g.